Follow by Email

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

“Gosto de sentir seus olhos em mim quando desvio o olhar.”




         Porque mesmo quando tudo está errado, ele faz parecer certo. E essa não é mais uma frase clichê, é a mais pura verdade. E quando ele comete alguma bobagem... Eu não consigo sentir nem um pouco que seja de raiva, porque ele acaba me fazendo rir de coisas que até um tempo atrás eu iria odiar. O mais engraçado é que ele consegue me fazer sorrir com tão poucos gestos. A forma como ele passa as mãos no cabelo me deixa inquieta por alguns segundos. E a forma como ele canta é tão divina. A admiração que tenho por ele não tem explicação. Em todos os aspectos ele parecer ser tão correto. Com toda aquela loucura e manias estranhas, e com aquele jeito incrível que é essencial para mim. E aquele sorriso que mais parece um céu, porque de alguma forma ele consegue arrancar qualquer dor de mim. E não existe nada mais perfeito do que aquela rostinho totalmente pálido e aquele par de olhos verdes que tanto me tira o fôlego. O sorriso malicioso, que mais parece ser o sorriso de uma criança. Ao olhar pra você, é fácil enxergar o quanto você é maravilhoso, e o quanto eu tenho sorte por está gostando tanto de você. Mesmo diante de milhares de pessoas, em todo o mundo foi você quem foi capaz de me fazer sorrir de forma diferente. E foi contigo que eu aprendi a olhar pro nada e imaginar inúmeros momentos ao teu lado. E todas as noites antes de dormir... É tão bom imaginar você e toda essa genialidade que só você tem. O melhor de tudo é saber que eu vou sentir isso todos os dias da minha vida. A cada manhã e a cada noite, porque eu te amo, e amo muito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário