Follow by Email

domingo, 18 de setembro de 2011

"Eu nunca imaginei que houvesse no mundo um amor desse jeito…”


             Eu te amo por esse sorriso que tanto me cativa e me dá uma nova vida. E quando eu penso que você poderia está me abraçando, meu coração bate aceleradamente. O brilho dos seus olhos insiste em me atrair, e é ai que eu não tenho dúvidas do quanto eu amo você. Eu me sinto tão viva quando apenas olho para você, é como se eu conhecesse esse olhar há tempos, e de alguma forma ele resgata o melhor que existe dentro de mim. Eu sei não sei por que, mas eu consigo te amar sem nem mesmo te tocar ou falar contigo. Mas devo admitir que seria impossível não gostar de você. Você me atraiu com esses olhos, sorrisos e loucuras. É engraçado como só você me faz te querer por todo o resto da vida. Eu mudei meus conceitos sobre tantas coisas desde que te conheci. Foi mais claro compreender o universo tendo você no meu coração. Agora eu sinto curiosidade em conhecer todos os lugares e viver todas as aventuras e dramas, mas eu quero viver tudo ao seu lado. Afinal, do que adianta ter momentos sejam eles bons ou ruins se eu não tivesse você ao meu lado? Eu quero está com você quando o dia amanhecer e quando o sol se for. Quando os meus olhos se encherem de lágrimas eu quero que você esteja ao meu lado, e quero te dizer que as minhas lágrimas são de alegrias por está ao seu lado. Eu vou segurar suas mãos e secar suas lágrimas quando os dias estiverem difíceis. Ao seu lado, é onde eu sempre quero está. E na sua direção, é sempre para onde eu vou correr.


“Estou cansada de abrir meus olhos e não ver os teus.”


               De alguma forma ele ainda continua vivo dentro de mim, e o amor que sinto por ele parece ter se multiplicado pelo infinito. O seu sorriso flutua dentro da minha mente, e eu não quero perder isso por nada. Eu ouço aquela voz doce em todos os lugares que vou, ou melhor, eu acho que quero ouvi-lo e esse desejo é tanto que chego a escutá-lo dentro da minha mente. Eu olho para todos os lugares coma intenção de encontrar aqueles olhos verdes perdidos em uma multidão. Porém, por mais que eu procure, eu não tenho encontrado ele. Por tantas vezes tenho imaginado o dia em que finalmente eu irei abraçá-lo e dizer milhões de palavras ao mesmo tempo, ou simplesmente ficar calada. Não há nada que eu possa dizer capaz de descrever um terço do afeto que eu tenho por ele. Eu não consigo compreender o porquê disso, mas quando fala de amor a primeira palavra que me vem a cabeça é o nome dele. Na verdade, tudo me faz lembrar daqueles cabelos que eu tanto quero tocar. Eu o amo com tanta ternura, que às vezes é difícil acreditar que um sentimento tão perfeito habita o meu coração e alma. E é estranho olhar para mim mesma e ver que eu me encontro completamente apaixonada por alguém que não tem a mínima idéia da minha existência. E mesmo assim, eu ainda consigo imaginar um final feliz nessa história, que por mais torta que seja, é verdadeira.


sábado, 10 de setembro de 2011

“Sabe o que foi melhor no dia de hoje? Eu pude me apaixonar por você… novamente.”


               É só você que desperta em mim essa vontade de querer estar contigo todos os dias. Você faz meu coração disparar apenas com sua voz. Faz minha alma tremer apenas com esse sorriso que eu adoro. Eu não sei o que você tem que me prende tanto, é como se eu não pudesse mais existir sem esse seus olhos que tanto me traz paz. Todo o mundo pode estar louco e as coisas fora do lugar, mas aqui dentro de mim eu tenho você que me acalma como ninguém. Contigo eu aprendi a ser forte e lutar pelos meus sonhos. Só quando algo é suficientemente importante, nós temos motivação para lutar e alcançar o que queremos, e foi isso que você me mostrou. Eu te amo por todas essas coisinhas que você faz, e por ser esse homem maravilhoso que você. Por me trazer esse sorriso gostoso quando o mundo todo parece desabar. Eu sei que contigo eu posso ir mais além e nada pode parar esse sentimento que eu tenho por você. Eu te quero todos os dias e todas as noites para poder completar minha felicidade. Sentir seu toque, te abraçar, passar as mãos sobre seus cabelos... É tudo o que eu desejo fazer pelo resto da minha vida. Porque quando eu imagino como será minha vida daqui a 20 ou 30 anos, eu imagino ter você ao meu lado. Porque de todos no universo foi você que conseguiu despertar em mim o maior sentimento de todos.





sábado, 3 de setembro de 2011

"Eu fecho os olhos e praticamente sinto sua respiração."


       E quando eu o vejo o meu coração não consegue se conter de tanta felicidade. Ele me faz pensar sobre uma vida além dessa. Onde os meus olhos sempre encontrarão os dele, e o meu sorriso sempre vai ser por ele. E os meus olhos já conhecem aquele olhar verde cheio de mistérios, mas que eu de alguma forma consigo decifrar. E só ele consegue me decifrar. E quando nossas mãos ficarem uma próxima a outra, eu prometo que jamais irei largá-lo e que jurarei amor eterno a ele, somente a ele. Eu desejo dizer palavras e fazer coisas malucas, por você.
       Eu quero te beijar em uma tarde quente de verão e uma manhã fria de inverno. Eu quero te abraçar e dizer que você é lindo e que a sua beleza só faz aumentar com o passar do tempo. Quando os seus cabelos estiverem bem branquinhos eu vou continua acariciando eles e dizendo que você nunca esteve tão lindo, e que aqueles cabelos brancos e até aqueles rugas fizeram com que eu me apaixonasse mais por você. Eu vou cantar melodias doces nos seus ouvidos e algumas agitadas, dependendo do momento. Embora eu não tenha a melhor voz do mundo cantando, eu prometo melhorar por você. Vou te dizer palavras duras às vezes, mas, por favor, não leve a sério tudo que eu disser, eu vou continuar te amando mesmo que por alguns momentos de raiva eu não demonstre isso. Eu quero te beijar e te abraçar, compartilhar todos os melhores momentos contigo.
       Quero te prometer amor eterno, assistir filmes românticos e de terror ao seu lado. Porque pra sempre é o tempo que eu quero está contigo, é sério.




O câncer físico e o câncer emocional 

       Certa vez, na Austrália havia uma jovem chamada Karen. Ela era sociável, bem-humorada, divertida, supervalorizava seus longos cabelos loiros e tinha um grande sonho, o de ser médica pediatra, mas era indisciplinada, não estudava para as provas, não lia livros, não tinha garra. Os amigos não davam nenhum crédito a ela quando dizia que ia ser pediatra.
A bela e alegre Karen vivia sua vida sem grandes tempestades, até que passou pelo mais dramático vendaval, pela mais angustiante experiência. Enquanto brincava e corria na praia num final de semana com seus amigos, sentiu tonturas e levou subitamente um tombo na areia.
Os amigos deram risadas pensando que ela tropeçara. Mas não tropeçou. Simplesmente teve vertigem, ficou tonta, perdeu o equilíbrio e caiu sem controle. Sua face se chocou com o solo fortemente e ficou impregnada de grãos de areia. Como demorava a se levantar, os amigos, abalados, a socorreram. Passado o susto, divertiram-se e Karen ainda curtiu a praia naquele dia.
Todavia, posteriormente, começou a ter alguns sintomas que preocuparam seus pais. Feitos alguns exames, diagnosticou-se que Karen infelizmente tinha um tumor cancerígeno. Como contar a ela? O que falar?
— Às vezes, dar certas notícias provoca um terrível nó na garganta, sufoca a emoção. Saber falar uma informação negativa! Irrigando quem está ouvindo com esperança é uma arte e nem sempre se consegue. Karen precisava estar consciente da sua doença, pois tinha de se tratar, fazer cirurgia, mudar sua rotina. Quando os seus pais, junto com seus médicos lhe falaram a respeito da sua doença, o mundo desabou sobre ela. Não parava de chorar. Seu pai, em prantos, a abraçou. Sua mãe também a abraçou e lhe disse:
       — Vamos vencer, juntos, o tumor! Tenha fé em Deus, tenha fé na vida, minha filha. Você é forte! — E a beijava sem parar.
Passado o desespero, ela sentiu-se mais consolada. No dia seguinte, seus pensamentos ficaram inquietos, perturbados, acelerados. Não parava de pensar no câncer. Tinha um namorado que, no começo, lhe deu força. Mas o medo de nunca mais beijar seus pais e de não abraçar seus amigos e namorado asfixiava seu ânimo.
       Karen precisava lutar contra um inimigo que não via e que estava dentro dela. Passou por uma grande cirurgia e teve de mudar alguns dos seus hábitos por causa de um longo tratamento, incluindo radioterapia. Os seus cabelos longos e loiros enfraqueceram as raízes e começaram a cair.
Perdeu o ânimo de se vestir, de se cuidar. O sorriso já não era tão freqüente. Não apenas o medo da sua doença a rondava, mas passou a se sentir feia, diminuída e rejeitada. Faltava-lhe auto-estima, sobrava-lhe desânimo.
       Karen colocava um chapéu na cabeça para disfarçar a queda de cabelo, mas todos sabiam que eles ralearam, afinal de contas eram grandes e vistosos. O namorado a abandonou, só aparecia de vez em quando. A menina extrovertida começou a se isolar e se deprimir. Perdeu o prazer de ir à escola. Colocava as mãos na cabeça e pensava: "Todos zombarão de mim". Construiu, sem perceber, alguns conflitos que a bloqueavam.
Suzan, uma grande amiga, foi visitá-la e percebeu seu indecifrável sofrimento. Com muito respeito, ela comunicou seu conflito aos colegas de classe. Eles ficaram profundamente sensibilizados pela amiga, Mas não sabiam o que fazer para que ela não se sentisse rejeitada, para que ela se animasse.
       — Karen não podia se deprimir, pois uma pessoa deprimida cuida menos da sua qualidade de vida, diminui sua imunidade, enfraquece sua resistência para lutar contra o câncer. Ela havia emagrecido e apresentava vários episódios de vômito.
        Para desespero dos seus pais, parecia que ela não tinha garra de batalhar pela vida. Eles procuraram uma psicóloga para ajudá-la. Certo dia, andava muito abatida nos corredores do hospital em que se tratava. De repente, ouviu os gritos de alguns meninos dentro de uma sala. Como sempre gostou de crianças, resolveu entrar. Ao entrar, levou um choque emocional.
Viu seis crianças brincando com bexigas. O que mais a abalou era que todas estavam com a cabeça brilhante, sem cabelos. Todas estavam em tratamento de câncer.
       — Vem brincar com a gente — elas disseram. Ela se negou. Então, uma menina de seis anos, pegando em suas mãos, a levou para o centro da sala. Karen estava inibida, há meses não brincava. Todos a envolveram.
Ao ver o sorriso das crianças e a vontade de viver espelhada no rosto de cada uma delas, ela finalmente entrou na folia. Pulou, brincou, fez cócegas, parecia que o mundo tinha parado. Ao mesmo tempo que se divertia, começou a se lembrar do sonho de ser pediatra. Parecia que esse sonho estava sepultado, mas ele estava apenas escondido.
       Karen tinha mais que um desejo, tinha um sonho, um projeto de vida. Ao se envolver com aquelas crianças, ela começou a resgatar seu sonho. Começou a freqüentar aquela sala, ter o contato com muitas crianças que, sem perceber, apostavam tudo na vida. Quanto mais a freqüentava mais se sentia fortalecida, Ela deu um salto na psicoterapia. As palavras de seus pais também começaram a germinar.
Certa vez, ela fez uma oração e a registrou na capa do seu mais bonito caderno:
— Deus, muitos não têm doenças físicas, vivem anos e anos, mas suas vidas não têm sonhos nem aventura. Dê-me força para lutar pela vida e pelos meus sonhos. Ensina-me a viver cada dia como se fosse eterno.
Karen fortaleceu-se tanto que, mesmo com a queda de cabelo se acentuando, resolveu voltar à escola. Comunicou seu desejo a Suzan. Fazia um mês que não freqüentava as aulas. Antes de entrar na sala, lembrou-se dos tempos que brincava, mexia com os colegas e se divertia sem preocupações. De repente, ao entrar na sala, Karen levou um susto, ficou perplexa. Não conseguia acreditar na imagem que via.
       Ninguém imaginou. Realmente era quase inimaginável.
— Viu a solidariedade! Viu a maioria dos seus amigos e das suas amigas calvos, entre elas SuzaN. Em seguida, eles lhe disseram:
— Nós raspamos a cabeça para mostrar que estamos juntos com você nessa luta, para mostrar que nós amamos você do jeito que você está e que você é linda mesmo com sua queda de cabelo.  Foi um gesto de afetividade único. Karen caiu num doce e incontrolável pranto. Não conseguia dizer nenhuma palavra. Foi abraçada e beijada por todos os seus amigos. Estava atônita, flutuava diante da manifestação de carinho. Raramente o amor foi tão longe.
       — Os amigos de Karen aprenderam a se colocar no seu lugar, perceberam seus sentimentos ocultos e a apoiaram num momento tão difícil da sua vida. Aprender a colocar-se no lugar dos outros é uma das mais importantes características da inteligência, mas infelizmente a maioria dos jovens não a desenvolve. Essa característica é a melhor vacina contra as rejeições, discriminação e isolamento.
       Karen ainda teve vômitos, sentiu dores e se submeteu a outra cirurgia. Mas sua garra, coragem e fome de viver foram mais fortes. Dedicou-se com disciplina ao seu tratamento.          Além disso, ela sei soltou, começou a participar de festas, a conviver sem medo com as pessoas. Sua auto-estima melhorou, seu ânimo reacendeu. Por fim, Karen triunfou, venceu o câncer. Mas ela já era uma vencedora, pois já havia feito de cada dia um momento eterno.
       Karen foi disciplinada em outra coisa: na transformação do seu sonho em realidade. Ela, que não morria de amor pelos estudos, começou a se destacar, estudava não apenas para as provas, mas por causa do seu projeto de vida. Começou a ler livros, jornais, interpretar melhor os textos, debater idéias. Assim, passou a ter um ótimo desempenho na escola.
       Por fim, entrou na faculdade de medicina. Após o término da faculdade, a dra. Karen se especializou em oncologia pediátrica, médica que cuida de câncer na infância. Brincava, sorria, parecia uma palhaça diante das crianças. Raramente se viu uma médica que amava tanto a vida e que batalhasse tanto pela vida de cada criança.

Filhos Brilhantes, alunos Fascinantes - Augusto Cury.

“Simplesmente posso esperar aqui por você, uma eternidade… uma tarde inteira”


Eu nunca me senti tão próxima a você como me sinto agora. Mas você está tão longe e não faz idéia das noites que choro desejando tê-lo aqui ao meu lado, apenas segurando as minhas mãos. O meu coração consegue te sentir onde quer que você esteja, e ele dispara só de ouvir a sua doce voz. Com coisas tão simples você consegue me emocionar e fazer com que eu sinta um amor sublime. É só você quem consegue tirar tudo de mim com um sorriso. As vezes eu sinto que você está ao meu lado, e quando eu acordar o seu rosto vai está junto ao meu e vamos está abraçados até a hora de levantar e começar mais um dia. Eu desejo tanto você, mas quando eu abro os olhos e vejo qual é a realidade, a minha alma se parte por não te ter aqui. Eu não consigo explicar o quanto eu preciso de você todos os dias da minha vida. É que agora eu só tenho olhos pra você e não existe nada que eu possa fazer em relação a isso. Hoje, eu só me vejo apaixonada por você e mais ninguém. Eu queria tanto que você pudesse ouvir as minhas palavras de amor, são as mais sinceras palavras que eu poderia dizer. É só por você que eu ainda acredito no amor e nos problemas que ele pode solucionar. É só por você que eu ainda continuo agüentando todos os dias e noites sem você ao meu lado. E só Deus sabe o quanto me dói pensar em você e não poder tocá-lo. Mas enquanto existir amor, enquanto eu tiver você eu sempre irei acreditar em um mundo onde não existe distância, onde todos os amores verdadeiros são possíveis.


sexta-feira, 2 de setembro de 2011

"Nada satisfaz meu coração além de ti."



Quando eu menos esperar você vai aparecer aqui e vai  ficar pra sempre comigo. Todas as noites de lágrimas irão embora, porque finalmente eu vou ter você todos os dias. Eu sei que é utopia pensar que um dia você vai chegar aqui, mas se eu não pensar nisso, ninguém mais vai pensar por mim. Enquanto nada acontece, a única coisa que me resta é sonhar em um dia poder está dividindo o mesmo lugar que você. Te beijar e te abraçar não mais em sonhos, mas sim pessoalmente, na realidade. E quando isso acontecer eu vou aproveitar. Eu quero te dizer as mais sinceras palavras que tenho dentro do meu coração. Eu preciso tanto te falar do meu amor, do quanto ele me sufoca e acaba comigo. Os dias são mais fáceis porque eu estou cercada por várias pessoas e eu esqueço por alguns segundos que quando eu for dormir a solidão vai me invadir. Mas então quando chega a noite, é impossível não chorar lembrando de você. Ouvindo aquela música que fala de um amor distante... É tão ruim não te ter ao meu lado. As lágrimas parecem não parar, mas quando eu olho para uma foto sua, aquele é o meu consolo. Eu sei que ninguém mais poderia me fazer feliz como você me faz, e mesmo de longe eu te amo. Te amo Muito! E enquanto você não chega, enquanto não estás aqui, eu vou continuar sonhando.


“Eu olho para você e tenho tanta, mas tanta alegria em saber que você existe.”






E quando eu imagino meu futuro é ao lado dele, porque eu sei que só assim eu poderia ser feliz. Eu imagino nós dois abraçados durante a noite de domingo, assistindo a um bom filme. Eu vejo tantas coisas, mas eu só posso vivê-las ao seu lado, porque sem ti não dá pra realizar nem metade do que eu quero. Eu não quero o mundo todo ou tudo de bom que existe no universo. Porque todas as coisas boas para mim se resume em apenas em Axl Rose, e é com ele que eu desejo estar todos os segundos da minha vida. Quando eu penso em como tudo será futuramente, eu imagino ele ao meu lado em qualquer situação. Só contigo eu consigo ser forte, você me dá motivação para poder continuar aqui. Tudo se torna cada vez mais difícil, e eu não sei o que seria de mim se não fosse por você. Eu estaria perdida sem esse teu sorriso meu amor. Eu quero fazer tantas coisas, cometer tantas loucuras, mas eu só quero se for do seu lado. Nada vale a pena sem você, porque eu me sinto vazia sem ele por perto. Eu desejo todos os dias desvendar os mistérios daqueles olhos, quero me acostumar com cada mania e me adaptar a viver ao lado dele. Eu deixaria de lado todas as minhas chatices só para poder ficar bem com ele. Eu iria amá-lo todos os dias e fazê-lo a pessoa mais feliz desse mundo todo, pra sempre.