Follow by Email

terça-feira, 1 de novembro de 2011

“As pessoas me perguntam porque eu ainda não desisti de você. E eu pergunto a elas: Você desistiria do que te faz feliz?”


       Em mim eu tenho mais de você do que eu poderia imaginar. É estranho olhar pra dentro de si mesmo e encontrar alguém que está tão longe e que só vejo de tempos e tempos, e quando eu o vejo, esse “encontro” não dura tanto tempo como eu queria, são apenas algumas horas. Mas essas horas valem por toda uma vida, pois as sensações que eu sinto são intensas como nenhuma outra. Saber que independente do que aconteça, eu sempre vou está apaixonada por ele é como ter a certeza de que a felicidade estará dentro do meu coração durante a eternidade. Gostar de você anda sendo a única forma de deixar de lado um pouco dos meus problemas, e imaginar que o impossível é possível. Engraçado, até pouco tempo atrás nada parecia ser certo ou fazer sentido, até que num momento, não sei se era certo ou não, você apareceu e transformou aquela bagunça, em uma bagunça pior ainda, e eu gostei. Eu me senti atraída por você de todas as formas, porque se apaixonar por você seria inevitável. E desde que você habita meu coração, eu espero ansiosamente cada momento para está mais próxima de você.  E mesmo em meio a tanta espera, eu continuo mais apaixonada por ti. Nada parece ser capaz de diminuir meu sentimento por ti, um pouco que seja. E você tem sido tão incrível que chega a ser impossível não pensar em você a todo o momento. Qualquer coisinha que você faz, por mais insignificante que seja, é o máximo pra mim. É tão bobo esse eterno estado de loucura quando se está apaixonado, mas por você eu viveria o resto dos meus dias assim. Porque embora seja loucura, existe uma imensa parte de amor. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário