Follow by Email

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

“… Era como se conhecessem desde sempre.”


         Mas acontece que com ele eu consigo ver um futuro. E isso eu nunca tinha visto isso com ninguém. Quando eu o olho, até posso imaginar por alguns segundos, a nossa vida juntos. Como serão nossos filhos e como tudo pode ser divertido. E também eu sei que com ele tudo seria completo e feliz. Porque eu lutaria pra que isso fosse real. Todos os dias eu iria amá-lo como nunca, e demonstrar o quanto todos os sentimentos que tenho por ele são verdadeiros. Que eu o amo com tanta ternura, que seria capaz de fazer qualquer coisa por ele. Eu iria apoiá-lo e segurar suas mãos naqueles momentos em que nada parecesse ter jeito, e juntos iríamos achar uma forma de colocar tudo nos conformes. Porque eu penso na felicidade que eu sentiria ao está com ele, pois não existe ninguém no mundo todo que me faça tão bem como ele, e aqueles olhinhos que me mostram a direção certa para o lugar certo. E eu o amo com tudo que há dentro de mim, sem pedir muita coisa em troca. E eu me importo com ele. Me importo com o coração dele. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário