Follow by Email

sábado, 18 de fevereiro de 2012

"Eu tento não sentir tanta saudade, mas quando se trata de você, tudo é tão intenso."


     Era você, sempre foi você! Aquela parte que me faltava, o vazio que insistia em invadir a minha alma. Era você quem eu tanto procurava ao longo da vida. Mas finalmente essa busca terminou, e eu estou aqui pronta pra você. Só que tem sido difícil esses dias longe de ti. O tempo passa devagar, e as coisas mudam aos poucos. É necessário paciência, eu já esperei tanto tempo até você chegar, o que custa esperar mais um pouco? Mas ta doendo tanto! E eu ando reclamando demais. É que me aflige a idéia de não te ter ao meu lado. E nem saber quando estarás finalmente comigo. Na verdade tudo isso é tão incerto, mas eu aceitei me arriscar no desconhecido, e tenho gostado de tudo que encontrei até agora. Alguns podem achar que tudo isso, esses sentimentos só me trazem angútias e dor, mas não. Em meio a tudo isso, eu tenho descoberto tantas coisas e o real sentido da felicidade. Eu estou aprendendo a ser paciente, e pela primeira vez eu quero tanto algo na vida, que não me importo em lutar por isso, nem que leve a minha vida toda. Eu gosto tanto dele! Poxa, como eu o amo. É uma força maior que me puxa, e me mostra que o caminho é ali, pra onde mais eu iria a não ser para perto dele? Ele é a minha noção de felicidade. E eu já não consigo ficar um dia só sem pensar nele, é automático. É louco e extremamente estranho. Mas é amor, é torto, mas ele é meu amor.


Nenhum comentário:

Postar um comentário