Follow by Email

segunda-feira, 19 de março de 2012

"Como eu queria agora ir para a sua casa, deitar na sua cama, ouvir a sua voz, esquentar meu pé na sua batata da perna."


         Eu tento dizer pra mim mesma o quanto é estranho gostar de você. Mas eu não consigo me convencer, é que está apaixonada por ti, é algo que já se tornou essencial para mim, como o ar que eu respiro. Pensar em você todos os dias, não é preciso, é necessário. Pois são desses pensamentos que eu tento matar a imensa saudade que eu sinto de ti. É difícil está distante da pessoa que mais desejamos que estivesse perto de nós. E são nesses momentos que eu busco dentro de mim, o teu melhor sorriso. E é aí que eu começo meu dia. Eu não sei, mas existe algo em você que tem o poder de mexer comigo e todas as minhas idéias. É o modo como você fala ou sorri maliciosamente. Na verdade eu não sei, mas qualquer coisinha que envolva você me deixa de um jeito que eu não posso explicar. Por várias vezes eu senti meu corpo desabar  só de pensar em você. Toda tensão some, toda raiva se dissipa. E só resta você, com aqueles olhos de céu. Aquela voz que acaricia minha alma a cada palavra pronunciada.  Você consegue tanto com tão pouco. É tão fácil ser feliz quando eu penso em você. É fácil buscar possibilidades de tornar tudo lindo novamente. Não que você facilite tudo, mas é que eu me sinto forte pra encarar qualquer problema, contanto que eu esteja contigo. Porque de uma forma bem esquisita e fora do normal, eu vejo que a cada barreira vencida, eu estou mais próxima de ti. E chegará um dia em que eu estarei na sua frente, pronta pra viver mais problemas, obstáculos, chatices e acima de tudo viver o amor. O mais torto e lindo amor.


Nenhum comentário:

Postar um comentário